terça-feira, 4 de setembro de 2007

CD FLOR MULHER - Augusto Pitta



http://br.geocities.com/gutopitta/



O cantor e compositor Augusto Pitta aprendeu a tocar violão aos 12 anos e começou a compor aos 22. Viveu catorze anos nos Estados Unidos, onde entrou em contato com ritmos musicais e músicos do mundo inteiro. Entre o Brasil e os Estados Unidos, suas maiores influências nacionais e internacionais foram Roberto Carlos, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Djavan, Barão Vermelho, Titãs, Rita Lee, RPM, Legião Urbana, Julio Iglesias, Mercedes Sosa, Glória Estefan, Célia Cruz, Led Zeppelin, Pink Floyd, e os Beatles, entre outros grandes cantores e intérpretes deste nosso planeta. De modo que o seu trabalho é, por natureza, eclético. No nordeste americano, na Cidade de Buffalo, no Estado de Nova Iorque, estudou letras na State University of New York at Buffalo (daí o lirismo das suas composições) e estudou música na Community Music School (voz e violão). Em Buffalo, Augusto Pitta, se apresentou anualmente, por vários anos, no Latin American Annual Cultural Show, representando o Brasil com interpretações de músicas do Chiclete com Banana, Moraes Moreira, Caetano Veloso, Gilberto Gil, etc. Foi convidado mais tarde para uma entrevista na Rádio FM da Universidade de Buffalo, onde falou sobre música brasileira e fez um mini-especial ao vivo. Ainda em Buffalo (onde morou oito anos), foi backing vocal da banda Música Latina com quem cantou sambas, salsas e merengues. Augusto Pitta mudou-se mais tarde para o sudeste americano, onde morou na Cidade de Pompano Beach, no estado da Flórida, durante um ano. Em Pompano Beach, esteve em contato com muitos músicos latinos, brasileiros e caribenhos. Apresentou-se ocasionalmente no Restaurante Brasil Tropical e em outras casas noturnas em Pompano Beach e em Fort Lauderdale. Algum tempo depois chegou a vez dele conhecer o sudoeste americano. De modo que, mudou-se, a convite de amigos, para a Cidade de Tucson, no Estado do Arizona, lá permanecendo por três anos. Em Tucson também conheceu outros grandes músicos brasileiros, americanos, mexicanos, etc., com quem aprendeu muito. Chegou a tocar informalmente com alguns deles. Porém, foi no Sweet Water Cafe que teve a oportunidade de fazer uma participação especial com a Banda Sounds of Brazil, a convite do brasileiro de Porto Seguro, Paulo Torres, que era percussionista e líder da banda. Augusto Pitta voltou ao seu lar tupiniquim (maneira como se refere ao Brasil), especificamente a Salvador, Bahia, em setembro de 1997 e lançou em meados de 1998 o CD independente Flor Mulher com 13 faixas de sua autoria. De lá pra cá, fez um ano de aula de canto com o Professor Neto Costa (Netinho) e mais seis meses de canto e bateria no Conservatório Schubert. Fez também um ano de aula de violão com o Professor Stanley Medeiros. No mais, tem se apresentado em algumas estações de TV (TVE, Programa TV Revista), rádio FM (FM Jacobina), rádio AM (Rádio Rio do Ouro, em Jacobina), Teatro do ACBEU, Twist Pub, etc. Voltou aos EUA em julho de 2005 e morou em Nova Orleans onde conheceu muiscos de blues e jazz e sobreviveu o Katrina. Tambem morou em El Paso, Texas, onde conheceu a musica rancheira nortenha mexicana e , por fim, morou na Cidade de Nova Iorque e se apresentou no festival de MPB Brasil/USA em Newark, Nova Jersey.
gutopitta@yahoo.com.br
geovisit();

4 comentários:

marcos disse...

Olá meu professor, dei uma pequena olhada em seu curriculum e olha eu já tenho certeza que o Senhor é comigo agora mais ainda, por que não é pra qualquer um ter o privilégio de está em contato com alguem tão importante como és tu, muito menos ainda te-lo como professor, sem nenhuma idolatria quero que saíba que me sinto muito honrrado em poder dizer que tu és meu professor, abraços do seu aluno Marcos.

marcos disse...

Aproposito ñ conseguir ouvir suas musícas está aparecendo uma menssagen dizendo que está ocorrendo um erro, melhor verificar o que está acontecendo de fato,God bless you and all your famile, see you tuesday, Marcos

AP TRADUÇÕES disse...

Marcão,

Saiba que é um enorme prazer tê-lo como aluno também, meu prezado: você vai longe, rapaz!

Um abraço,

Augusto Pitta

marcos disse...

Thank you, também com um professor dedicado como és tu qualquer um vai muito longe rsrsrsrs!! abraço see you tuesday!!!!