sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

RELIGIÃO - OS ARAUTOS DO EVANGELHO


O FUNDADOR: Pe. João Scognamiglio Clá Dias

Natural de São Paulo, já nos bancos escolares procurava organizar com seus colegas um movimento para dar aos jovens um sentido moral e virtuoso à existência. Ingressou nas Congregações Marianas e também na Ordem Terceira do Carmo, sendo um ativo líder universitário católico nos anos que precederam a revolução da Sorbonne, de maio de 1968. Cursou Direito na prestigiosa Faculdade do Largo de São Francisco, em São Paulo (sua cidade natal), ao mesmo tempo em que aperfeiçoava seus conhecimentos musicais com o renomado maestro Miguel Arqueróns, regente do Coral Paulistano do Teatro Municipal de São Paulo.

Prestou serviço militar na Companhia de Guardas, onde recebeu uma das maiores condecorações brasileiras por sua disciplina e aproveitamento: a “Medalha Marechal Hermes – Aplicação e Estudo”. Realizou arriscadas proezas como pára-quedista, em numerosos saltos.

Para os estudos teológicos aprimorou-se com os grandes catedráticos de Salamanca (Espanha), como o Pe. Arturo Alonso Lobo O.P., o Pe. Marcelino Cabreros de Anta C.M.F., o Pe. Victorino Rodríguez y Rodríguez O.P., o Pe. Esteban Gómez O.P., o Pe. Antonio Royo Marín O.P., o Pe. Teófilo Urdánoz O.P. e o Pe. Armando Bandera O.P. Como demonstração de profundo agradecimento aos seus mestres, divulgou anos depois as biografias de vários deles, com edições na Espanha e nos Estados Unidos: “Antonio Royo Marín, mestre de espiritualidade, brilhante pregador e famoso escritor”, “Pe. Cabreros de Anta CMF, firme pilar do Direito Canônico em nosso século”, etc...

Preocupando-se sempre com a formação dos jovens, organizou numerosas atividades culturais com clara inspiração católica, e também centros de acolhida. Em 1970 iniciou uma experiência de vida comunitária a fim de melhor se dedicar ao apostolado, em um antigo imóvel beneditino, em São Paulo. O movimento de evangelização se desenvolveu a ponto de ser reconhecido pela Santa Sé em 2001, como uma Associação Internacional de Direito Pontifício, os Arautos do Evangelho, que hoje estende suas atividades a 57 países.

Em todos os ambientes nos quais atuou, o Pe. João Clá destacou-se por seu testemunho de fé, sempre vivida e transmitida com alegria. Dotado de admirável oratória, proferiu palestras em vários auditórios da Europa e das Américas, demonstrando habilidade em infundir nos corações o entusiasmo para as verdades da Fé, o ânimo para a prática das virtudes e a certeza da vitória da Santa Igreja Católica na guerra contra o materialismo, o hedonismo e o relativismo dos nossos dias.

Dotado de fino talento musical, fundou mais de 30 coros e bandas sinfônicas – e também uma orquestra – em duas dezenas de países. Dirige o Coro e Orquestra Internacional dos Arautos do Evangelho, que já realizou turnês em vários países da Europa e das Américas, apresentando-se em famosas igrejas e teatros.

Seu ardente desejo de evangelizar moveu-o a escrever obras que tiveram grande divulgação, com tiragens de centenas de milhares de cópias (chegando algumas a superar um milhão de exemplares), publicadas em português, espanhol, inglês, italiano, francês, polonês e albanês: “Fátima, aurora do terceiro milênio”, “O Rosário, a oração da paz”, “Sagrado Coração de Jesus, tesouro de bondade e de amor”, “Medalha Milagrosa, história e celestiais promessas”, “Via Sacra”, “Jacinta e Francisco, prediletos de Maria”, “Os Mistérios Luminosos do Rosário”, “Orações para o dia-a-dia” e outras. Três livros devem ser mencionados em especial pelos trabalhos prévios de pesquisa: “Mãe do Bom Conselho”, “Dona Lucília” e “Comentários ao Pequeno Ofício da Imaculada Conceição”.

É membro, dentre outras, da Sociedade Internacional Tomás de Aquino e da Academia Marial de Aparecida. Foi condecorado em diversos países por sua atividade cultural e científica, recebendo, por exemplo, a Medalha de Ciências do México. Desde 2002 tem publicado regularmente os comentários ao Evangelho, na revista Arautos do Evangelho, com edições em português, espanhol e italiano.

QUEM SOMOS?

Os Arautos do Evangelho são uma Associação Internacional de Fiéis de Direito Pontifício, a primeira a ser erigida pela Santa Sé no terceiro milênio, o que ocorreu por ocasião da festa litúrgica da Cátedra de São Pedro (22 de fevereiro) em 2001.

Composta predominantemente por jovens, esta Associação está presente em 57 países. Seus membros praticam o celibato, e dedicam-se integralmente ao apostolado, vivendo em casas destinadas especificamente para rapazes ou para moças, os quais alternam a vida de recolhimento, estudo e oração com atividades de evangelização nas dioceses e paróquias, dando especial ênfase à
formação da juventude.

Os Arautos têm sua espiritualidade alicerçada em três pontos essenciais: a Eucaristia, Maria e o Papa.

Esses pontos estão representados em destaque no brasão que os distingue.

Seu carisma os leva a procurar agir com perfeição em busca da pulcritude em todos os atos da vida diária, mesmo estando na intimidade.

Por verem na cultura e na arte eficazes instrumentos de evangelização, os Arautos habitualmente lançam mão da música, tanto pelas vozes como pelos instrumentos.

Assim é que vários coros e bandas sinfônicas foram constituídos por Arautos, a fim de levar sua mensagem de fé, incentivo e confiança à humanidade atual.

O principal conjunto musical desses neo-evangelizadores - Coro e Banda Sinfônica internacional - foi constituído em São Paulo com membros oriundos de diversas nações, já tendo feito deslocamentos por cidades, estados, países e continentes, apresentando-se em igrejas, auditórios e estádios repletos de pessoas com sede de beleza e de espiritualidade.

A origem dos Arautos do Evangelho remonta aos anos 50, quando um grupo de jovens começou a se reunir para cantar,
conversar e rezar.

Três nomes merecem ser especialmente lembrados entre seus fundadores:

Pe. João Scognamiglio Clá Dias, atualmente Presidente Geral, fundador de numerosos grupos de jovens, profundo conhecedor de filosofia e de teologia, e amante da música;

Pe. Pedro Paulo de Figueiredo, atualmente Conselheiro Geral, orientador de almas e experimentado animador de grupos eclesiais;

Dr. Carlos Alberto Soares Corrêa, atualmente Secretário Geral, conferencista e historiador.

WEBSITE DOS ARAUTOS DO EVANGELHO: http://www.arautos.org.br/

2 comentários:

odaglas disse...

Penso que o reverendissimo Pe. Pedro Paulo de Figueiredo e o reverendissimo Dr. Carlos Alberto Soares Corrêa não devem ser lembradas como fundadores, pois o fundador dos Arautos do Evangelho é apenas um, Pe. João Scognamiglio Clá Dias!

Ilustre disse...

Conheço João Clá Dias há 40 anos. Todos passados dentro da TFP. Porque essa biografia omite a sua militância de tantos anos dentro da TFP ?